quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Membros do Marvão para Todos tomam posse nos órgãos municipais do concelho de Marvão para o período 2017/2021


No passado dia 16 de Outubro,  na presença da Presidente cessante Hermelinda Carlos, tomaram posse dos cargos Fernando Bonito Dias e Nuno Pires, eleitos nas listas do "Movimento Independente - Marvão para Todos" à Assembleia Municipal, em cerimónia que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Marvão.






A Assembleia Municipal é constituída por 15 membros eleitos directamente, tendo a actual que saiu das eleições de 1 de Outubro, a seguinte constituição:

- 5 Membros do Partido Socialista

- 5 Membros do Partido Social Democrata

- 3 Membros da coligação CDS – PPM “ Viver Marvão”

- 2 Membros do Movimento Independente – Marvão para Todos

Juntam-se a estes 15 eleitos directamente os 4 Presidentes das Juntas de Freguesia, perfazendo na totalidade 19 Membros.


Nesta data foi também eleita a Mesa da Assembleia composta pelo Presidente Jorge Marques (PS) acompanhado dos secretários Natércia Fernandes e Gil Fernandes.



Durante a Assembleia tomou ainda posse a nova Vereação composta por:

- Luís Vitorino e Luís Costa (PSD)

- Jorge Rosado (PS)

- José Manuel Pires (Coligação CDS – PPM “ Viver Marvão”)

Não esteve presente Madalena Tavares (PS), que tomará posse posteriormente.



Luís Vitorino é o novo Presidente da Câmara Municipal de Marvão




A todos os empossados o Marvão para Todos deseja o melhor desempenho.


segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Tomada de posse dos órgãos autárquicos da freguesia de São Salvador da Aramenha para o período 2017-2021


Teve lugar ontem, dia 15 de Outubro, na Sede da Junta de Freguesia de SS da Aramenha, a tomada de posse da Junta de Freguesia e da Assembleia Municipal.

Com base nos resultados das eleições do passado dia 1 de Outubro, tomaram ontem posse os 9 elementos eleitos para a Assembleia de Freguesia que ficou assim representada:

- 4 elementos do Partido Socialista (António Bonacho, Luís Gaspar, Manuel Anacleto e Sara Isidoro);
- 2 elementos da Coligação CDS – PPM “Viver Marvão” (Júlia Pires e João José Trindade);
- 2 elementos do Partido Social Democrata (José Luís Pinheiro e António Tavares);
- 1 elemento do Movimento Independente – Marvão para Todos (João Bugalhão);

De seguida tomou posse como Presidente da Junta de Freguesia, António Bonacho, cabeça de lista do Partido Socialista (enquanto partido mais votado em 1 de Outubro), sucedendo a 12 anos de presidência de Tomás Morgado.

Logo de seguida teve lugar uma Assembleia de Freguesia e procedeu-se à eleição, por voto secreto, dos 2 Vogais que irão acompanhar António Bonacho no executivo da Junta. Foram eleitos em Lista única, sob proposta do Presidente da Junta, Luís Gaspar e Manuel Anacleto (com 7 votos a favor e dois votos em branco), ambos em representação do Partido Socialista, que serão, respectivamente, Secretário e Tesoureiro desse órgão executivo.


Executivo da Junta de Freguesia: Luís Gaspar (Secretário); António Bonacho (Presidente); e Manuel Anacleto (Tesoureiro)

Procedeu-se de seguida à substituição, na Assembleia de Freguesia, dos 3 membros que saíram para o órgão executivo sendo representantes do Partido Socialista: José Mateus Andrade, Susana Fernandes e Marco Simão.

Com o órgão executivo eleito (Junta) e o órgão deliberativo completo (Assembleia), procedeu-se por último à eleição da Mesa da Assembleia de Freguesia. Foi apresentada uma Lista única que propôs para Presidente João Bugalhão do Movimento Independente – Marvão para Todos; e duas Secretárias: Sara Isidoro e Susana Fernandes, ambas em representação do Partido Socialista. A Mesa da Assembleia foi eleita, por voto secreto, com 7 votos a favor e 2 votos em branco.


Mesa da Assembleia de Freguesia: Sara Isidoro (1ª Secretária); João Bugalhão (Presidente); e Susana Fernandes (2ª Secretária)

A eleição desta Mesa com representantes de duas forças políticas resultou do diálogo e entendimento entre as duas formações, já que o Partido Socialista não tinha maioria absoluta na Assembleia. Não existindo qualquer acordo específico ou exigências de cargos, existe um compromisso por parte do representante do Marvão para Todos de contribuir, de uma forma activa e responsável, para a governação do órgão executivo de acordo com o programa eleitoral apresentado; em contrapartida, foi reconhecido pelo Partido Socialista que João Bugalhão coadjuvado pelas respectivas Secretárias, poderá desempenhar com facilidade o cargo de Presidente devido à sua experiência de participação em várias Assembleias Municipais.

A todos o Marvão para Todos deseja as maiores felicidades no desempenho dos respectivos cargos em prol da Freguesia de São Salvador da Aramenha.          



quarta-feira, 11 de outubro de 2017

“Valeu a pena? Tudo vale a pena/ Se a alma não é pequena.”

Por Teresa Simão

Passado o período quente das eleições, é tempo de continuar a refletir sobre o trabalho desenvolvido pelo Movimento Independente Marvão para Todos até ao momento e os desafios que tem pela frente.

Mais uma vez, agradecemos profundamente a todos aqueles que contribuíram para o sucesso deste projeto, nomeadamente: coordenadores do Marvão para Todos, membros das seis listas candidatas às Autárquicas de Marvão 2017, marvanenses que aceitaram assinar a nossa candidatura independente e os cerca de 300 eleitores que confiaram em nós e viram neste projeto uma garantia de futuro, uma luz ao fundo do túnel.

Sim, fomos realmente ousados e corajosos!

Quando as diversas forças políticas tudo tentaram para nos destruir e nos levar a desistir de seguir o nosso rumo, de forma honesta e transparente, a nossa resiliência foi notória e continuámos sempre a caminhar, de cabeça erguida, em defesa de um projeto de futuro para o nosso concelho. Por isso, o chegarmos até este momento já constituiu uma grande vitória!

Sem orçamentos chorudos, sem máquinas partidárias, sem enganar a população com falsas promessas, sem intimidar ninguém, fomos trilhando um caminho assente na seriedade e no trabalho em equipa, sempre reforçado com a amizade e o companheirismo que entretanto se gerou entre todos os membros do Marvão para Todos, e assim conseguimos eleger elementos para três órgãos autárquicos – Assembleia Municipal, Assembleia de Freguesia de S. António das Areias e Assembleia de Freguesia de S. Salvador da Aramenha. Tínhamos equipas para chegar muito mais longe, assim não quiseram os marvanenses…

Entretanto, desejamos aos candidatos eleitos pelos diversos partidos políticos sucesso no desempenho da missão a que se propuseram, pois o seu sucesso será também o de todos os marvanenses.

No caso do Marvão para Todos, não temos a menor dúvida de que os nossos companheiros Fernando Bonito Dias, Nuno Pires, Francisco Nunes e João Bugalhão honrarão o voto de confiança dado pelos eleitores e terão um papel ativo e construtivo nos órgãos a que pertencerão, contando sempre com o trabalho conjunto dos restantes membros do MpT, pois a equipa mantém-se unida e coesa.

No futuro, continuaremos a debater-nos por uma governação mais transparente, menos sectária, um maior exercício da democracia e um cumprimento das promessas eleitorais apresentadas durante a campanha, sempre com vista a promover a melhor qualidade de vida dos munícipes e a contribuir para um maior desenvolvimento do nosso concelho.

Um bom trabalho na oposição mostrará a quem em nós votou que valeu a pena e levará aqueles que não tiveram essa coragem a refletir se, efetivamente, terão feito a escolha mais acertada…

Em outubro de 2017 começa o trabalho de preparação para as eleições autárquicas de 2021. Esperamos nessa altura contar com todos os que atualmente apoiam este projeto e, até lá, mobilizar mais marvanenses para esta alternativa de futuro. Há que trabalhar e seguir os conselhos do mestre Pessoa:

“Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.”

(in Mensagem, F. Pessoa)


sexta-feira, 6 de outubro de 2017

“Marvão para Todos”… uma semente!

Por
Fernando Bonito Dias


Desde a primeira reunião, em 14/11/2014, até o “Marvão para Todos” se apresentar a eleições um longo caminho foi percorrido. Muitas foram as atitudes e dinâmicas que definiram este percurso, o qual culminou na criação de um Movimento Independente que se apresentou a eleições.

Só com muito trabalho, dedicação, persistência e competência foi possível levar o Movimento Independente a eleições, bem como criar a identidade e a consistência do projeto que levou a que cerca de três centenas de pessoas nos confiassem o seu voto.

Apresentámos os nossos compromissos e propostas no programa eleitoral. No entanto, a principal mudança que pretendemos preconizar assentou na promoção de um ambiente mais democrático, com políticas focadas nas pessoas, desenvolvidas para todos, e cumprimento rigoroso da lei. Parece pouco? Em Marvão é muito!

Partimos do zero. Sem meios, sem apoios, sem partido político… sem nada. Apenas com as nossas fortes convicções, valores e competências. Mal comparado, é como uma empresa surgir de novo num certo mercado, onde há marcas fortes instaladas, sem meios para desenvolver o seu marketing...

Nestas difíceis condições concorremos a todos os órgãos e conseguimos cerca de 13% da “quota de mercado”, a qual representa 40% da quota de mercado do “produto” mais vendido. Podendo alguns de nós alimentar a “secreta” expectativa de um resultado bem mais robusto, temos que nos orgulhar daquilo que atingimos!

Pena foi não termos conseguido eleger a nossa candidata à câmara. Foi por pouco. A Professora Teresa Simão tem a formação, a capacidade de trabalho, a competência e os valores que muita falta fazem à vereação de Marvão. Foi sempre um dos elementos mais empenhados neste projeto e, após ter aceite o desafio de o liderar, foi, com a sua competência, capacidade de mobilização, conhecimento do concelho, garra e persistência, o elemento vital para levamos o barco a bom porto.

Face ao “fim de ciclo” e à desintegração do executivo anterior, viveram-se meses intensos antes das eleições, com a governação e as máquinas partidárias a não pouparem esforços…

O “Marvão para Todos” fez questão de desenvolver uma campanha limpa: Não fez ataques pessoais; não se escudou na hipocrisia; não pressionou ninguém para fazer parte das listas; não pressionou, nem transportou idosos no dia das eleições; não votou por idosos através de atestado médico; nem promoveu alterações de morada de última hora, etc, etc. Se o fizesse não estaria a agir de acordo com os valores que anunciou.

Sabemos que algures no futuro os munícipes não aceitarão que os eleitos governem apenas na defesa dos interesses de alguns, perseguindo os outros; que os eleitos se aproveitem da sua condição para “se servir” em vez de “servir”; e que nas campanhas e eleições valha tudo…

Nós queremos contribuir para a construção desse futuro.

O “Marvão para Todos” apresentou um programa assente em dois eixos fundamentais: 

- Melhoria das condições de vida dos marvanenses; 

- E promoção do desenvolvimento económico, através do elevado potencial de Marvão.

Inserido no primeiro eixo, pude verificar durante a campanha um problema premente. Há um número elevadíssimo de idosos dispersos pelo concelho, a viver isolados e com necessidades várias. Uma das medidas que preconizámos, referente à mobilidade, ia no sentido de os apoiar… Muito trabalho há para desenvolver nesta área. Assim os idosos sejam alvos de atenção durante todo o mandato semelhante à que têm no período eleitoral e no dia das eleições!

Para mim foi uma experiência compensadora a participação neste projeto e nestas eleições. Fiquei a conhecer ainda melhor o concelho, aprofundei conhecimentos e amizades e conheci outras pessoas, sobretudo da zona sul, que se revelaram extraordinárias.

Como referi na apresentação da candidatura, há gente capaz e idónea em todos os quadrantes políticos. Pessoas com quem se pode discutir as várias temáticas, com respeito mútuo, pois essas discussões, pelo menos para mim, nada têm de pessoal.

Os eleitos do “Marvão para Todos” vamos esforçar-nos para cumprir o que prometemos: 

- Defender o cumprimento da lei; 
- Democratização e uma melhor gestão do concelho; 
- Tratamento de todos o marvanenses de igual forma. 

Para ajudarmos a geminar a semente agora lançada…

Oxalá todos os eleitos, independentemente da força que representam, direcionem os seus esforços em prol de todos os marvanenses e da democratização do concelho. Assim atingiríamos o tal futuro mais rapidamente.


domingo, 24 de setembro de 2017

Programa Eleitoral e Candidatos (9)


Aqui deixamos hoje as mensagens dos nossos mandatários:

- Para as pessoas Adultas: João Manuel Lança
- Para os Jovens: Ana Margarida Garção
- Para as pessoas Idosas: Manuel Dias


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Programa Eleitoral e Candidatos (8)


O Marvão para Todos apresenta hoje a sua última lista aos órgãos autárquicos do concelho de Marvão, chega hoje a vez da lista de Propostas e Candidatos à freguesia de São Salvador da Aramenha.


Aqui fica, bem como todas as outras, para apreciação de todos os marvanenses. Para todos aqueles que, no dia 1 de Outubro, acreditem em nós e nas nossas propostas, fica desde já o nosso obrigado.




Programa Eleitoral para a Freguesia de São Salvador da Aramenha


Ouvir – Programar – Fazer


Ideias e propostas gerais:

- Articulação permanente com a C.M. de Marvão, a fim de favorecer o bem-estar de toda a população da freguesia;

- Manutenção dos postos de trabalho e criação de novos, através da dinamização de projetos e colaboração com o Centro de Emprego de Portalegre;

- Gestão, manutenção e animação dos espaços públicos da freguesia;

- Colaboração com a C.M. na limpeza e manutenção das fontes e dos caminhos rurais da freguesia;

- Colaboração e apoio a todas as instituições e associações da freguesia;

- Fazer orçamentos equilibrados e manter as contas em dia com todos os colaboradores e fornecedores;


Propostas Específicas:

- Criar e organizar anualmente o “Dia da Freguesia”, enquanto data de união e convívio entre todos os naturais, habitantes e simpatizantes da freguesia;

- Concretizar a legalização para património da Junta do edifício da Sede de Freguesia;

- Colaborar e liderar o processo de legalização de propriedade dos terrenos geridos pela Comissão de Festas dos Alvarrões;

- Fomentar a criação de uma Associação de Operadores da Restauração e Hotelaria da freguesia, com vista a potenciar o turismo;

- Dinamizar as noites de verão da Portagem com programas culturais e de convívio;

- Melhorar a sinalização rodoviária na Portagem e em São Salvador no que toca a limitação de velocidade automóvel e protecção de peões;

- Melhorar a gestão das instalações do Centro de Lazer da Portagem e de forma a proporcionar melhores condições de utilização;

- Melhorar o piso das calçadas do Porto da Espada;

- Participar com o município numa solução para o problema do túnel das árvores fechadas e das caleiras da Escusa;  

- Apoiar e colaborar com as comissões de festas tradicionais;

- Criar medidas para incentivar e premiar a natalidade, nomeadamente a melhoria do “cabaz do bebé” para recém-nascidos da freguesia;

- Promover e organizar um concurso anual de prova de vinhos;

- Dinamizar a Sociedade da Portagem em colaboração com a Direcção: por exemplo, recriando os antigos bailes;

- Organizar anualmente o festival de acordeonistas na Portagem;

- Organizar anualmente a tradicional "matança do porco" com lucros a reverter para as Instituições Sociais da freguesia;

- Organizar anualmente uma feira de produtos artesanais e regionais, alternando por todas as localidades da freguesia (São Salvador, Escusa, Porto da Espada e Alvarrões);

- Colaborar com o Município de Marvão na gestão do parqueamento automóvel na Portagem e restantes espaços públicos.



Programa Eleitoral e Candidatos (7)


 Na sequência da apresentação dos Candidatos e do Programa Eleitoral, o Marvão para Todos apresenta hoje a sua Candidatura à Assembleia Freguesia de Santa Maria de Marvão.



Ideias e propostas gerais

- Articular permanentemente a atividade com a câmara municipal, a fim de favorecer o bem-estar de toda a população das freguesias;

- Garantir a limpeza e manutenção atempada das ruas, caminhos rurais e fontanários;

- Criar e celebrar o Dia da Freguesia;

- Incentivar a natalidade e apoiar os recém-nascidos nas freguesias;

- Gerir, manter e animar os espaços públicos;

- Colaborar com todas as instituições, associações e comissões de festas da freguesia;

- Organizar as tradicionais matanças do porco, com lucros a reverter para as instituições sociais locais.

Propostas Específicas

- Animar diversos pontos turísticos de Marvão através de concertos e espetáculos de teatro amador;

- Colaborar com o associativismo jovem na dinamização da vila;

- Requalificar o parque infantil do Bairro da Fronteira;

- Implementar um roteiro turístico, com circuito de manutenção, desde a calçada de Marvão até à Portagem;


- Desenvolver um roteiro turístico, com circuito de manutenção, na raia (Galegos).

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Programa Eleitoral e Candidatos (6)


Na sequência da apresentação dos Candidatos e do Programa Eleitoral, o Marvão para Todos apresenta hoje a sua Candidatura à Assembleia Freguesia de Beirã. 



Propostas a desenvolver pela Junta de Freguesia de Beirã


Ideias e propostas gerais

- Articular permanentemente a atividade com a câmara municipal, a fim de favorecer o bem-estar de toda a população das freguesias;

- Garantir a limpeza e manutenção atempada das ruas, caminhos rurais e fontanários;

- Criar e celebrar o Dia da Freguesia;

- Incentivar a natalidade e apoiar os recém-nascidos nas freguesias;

- Gerir, manter e animar os espaços públicos;

- Colaborar com todas as instituições, associações e comissões de festas da freguesia;

- Organizar as tradicionais matanças do porco, com lucros a reverter para as instituições sociais locais.


Propostas Específicas

- Construir parques infantis nos Barretos e na Beirã;

- Solicitar a instalação de uma caixa multibanco na sede da junta de freguesia.

- Requalificar a área envolvente ao Centro Cultural dos Barretos;

- Dinamizar o edifício da antiga escola da Beirã;

- Requalificar a zona de lazer junto à margem do rio Sever nas Amendoeiras e na Retorta.



Programa Eleitoral e Candidatos (5)


O Marvão para Todos apresenta hoje os seus candidatos à Assembleia de Freguesia de Santo António das Areias, bem o conjunto de propostas a que nos comprometemos executar.


Propostas a desenvolver pela Junta de Freguesia de Santo António das Areias

Ideias e propostas gerais

- Articular permanentemente a atividade com a câmara municipal, a fim de favorecer o bem-estar de toda a população das freguesias;

- Garantir a limpeza e manutenção atempada das ruas, caminhos rurais e fontanários;

- Criar e celebrar o Dia da Freguesia;

- Incentivar a natalidade e apoiar os recém-nascidos nas freguesias;

- Gerir, manter e animar os espaços públicos;

- Colaborar com todas as instituições, associações e comissões de festas da freguesia;
- Organizar as tradicionais matanças do porco, com lucros a reverter para as instituições sociais locais.

Propostas específicas:

- Construir um telheiro e acesso para pessoas com mobilidade reduzida na Casa Mortuária;

- Implementar roteiros de choças e fornos comunitários;

- Colaborar na organização das marchas populares;

- Contribuir, durante um ano, com 100,00€ da remuneração do presidente da junta para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marvão.



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Programa Eleitoral e Candidatos (4)


Na sequência da apresentação do nosso Programa Eleitoral apresentamos hoje a nossa equipa de candidatos à Assembleia Municipal de Marvão, bem como a mensagem do Cabeça de Lista Dr. Fernando Bonito Dias.


Esta é uma equipa multidisciplinar, com experiência autárquica e representante de todas as localidades do concelho. Uma equipa, um projecto, que esperamos que mereça o vosso voto no dia 1 de Outubro.



terça-feira, 19 de setembro de 2017

Programa Eleitoral e Candidatos (3)


Anunciamos hoje o conjunto das nossas Propostas específicas, para as diversas áreas, do nosso Programa Eleitoral. 

A maioria destas propostas têm por base a recolha junto da população do concelho, conjuntamente com o nosso conhecimento da realidade marvanense.

Para além destas propostas, assumimos o compromisso de dar continuidade a todos os Projectos deixados pelo actual executivo, assim como um rigoroso controlo orçamental, mantendo o município com contas equilibradas e sustentáveis.



Propostas a desenvolver pela Câmara Municipal

Ação Social e Saúde

- Garantir um sistema periódico de transporte dos munícipes (principalmente os mais idosos) das diversas freguesias para os centros de comércio e serviços (Marvão, Santo António das Areias, Portagem, São Salvador da Aramenha…);

- Promover o diálogo e criar uma “Federação” das Instituições de Apoio Social do concelho de Marvão, com vista a melhorar os cuidados de apoio social e a partilhar recursos;

- Contratar técnicos para colmatar necessidades dos utentes em que as instituições sejam carentes e partilhar os seus serviços entre as diversas Instituições de Apoio Social;

- Aproveitando as excelentes condições naturais do território, promover a fundação de uma Aldeia de Apoio Social, direcionada para utentes oriundos do exterior (Portugal e estrangeiro);

- Apoiar as diversas instituições de apoio social existentes no concelho;

- Criar um refeitório para os trabalhadores das juntas e da câmara em todas as freguesias; anos de vida;

- Desenvolver políticas de incentivo e apoio à natalidade através de ajuda financeira e material aos pais mais carenciados e criação de condições para cuidar das crianças, durante os primeiros anos vida, aos pais que trabalhem;

- Colaborar com as estruturas dos serviços de saúde locais e regionais na criação de condições para a prestação de cuidados de saúde de qualidade e idênticos aos praticados nos concelhos vizinhos;

- Intermediar a implementação de serviços de dentista nos centros de saúde existentes, com a prática de preços acessíveis à população.


Ensino e Educação

- Reforçar os apoios sociais a crianças mais carenciadas;

- Atribuir passes sociais gratuitos aos alunos que ingressam no ensino secundário;

- Reforçar o financiamento e reestruturar a atribuição de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior;

- Colaborar estreitamente com o Agrupamento de Escolas do concelho e o Infantário, de forma a prestar o apoio necessário e a dinamizar projetos conjuntos;

- Assegurar as atividades extracurriculares (A.E.C.), assumindo a câmara, diretamente, a contratação de docentes para as manter. Acompanhar o seu desenvolvimento de perto e supervisioná-las, procurando integrar elementos do Património Material e Imaterial de Marvão;

- Promover a receção aos docentes do Agrupamento de Escolas no início de cada ano letivo;

- Constituir e dinamizar uma Academia Sénior;

- Criar oficinas de Português para Estrangeiros e promover a multiculturalidade;

- Trabalhar em estreita parceria com entidades formadoras, garantindo as necessidades formativas da população;

- Diversificar a oferta de ocupação dos jovens durante os períodos de férias escolares, através do programa “Marvão em Férias”.


Desenvolvimento económico

- Dinamizar eficazmente o Gabinete de Apoio aos Empresários, às Associações e aos Agricultores, para apoio diversificado, incluindo candidaturas a fundos disponíveis;

- Potenciar a marca “Marvão”, através da certificação de produtos locais e da sua promoção, bem como do património natural e edificado;

- Apoiar a criação de um ponto de recolha de produtos agrícolas da região, com vista a ganhar escala de mercado, através da revitalização da Cooperativa Agrícola do Porto da Espada;

- Adquirir, no concelho, produtos, bens e serviços necessários à atividade da câmara, sempre que exista oferta;

- Promover o diálogo entre a câmara e os operadores turísticos, sendo agente facilitador (e promotor) nos projetos estruturantes (ex: Ammaia, Golf, Candidatura a Património Mundial);

- Estabelecer uma parceria com a Entidade Regional de Turismo, com vista a dinamizar diariamente o antigo edifício da alfândega no Porto Roque, inclusive, voltar a ter um posto de turismo;

- Apostar fortemente no turismo de natureza, como por exemplo, na implementação e dinamização de uma rede organizada de circuitos pedestres temáticos (ex: Circuito das Antas) e de BTT;

- Revitalizar a Feira da Castanha e a Al Mossassa;

- Explorar o potencial turístico da Barragem da Apartadura;

- Promover a marca “Portagem” como principal atração regional de verão;

- Estabelecer parcerias com universidades e institutos politécnicos que permitam dinamizar novos projetos no concelho;

- Promover o concelho em feiras e exposições nacionais e internacionais, desenvolvendo uma política de parcerias, com vista a atrair investimento e a promover o potencial do concelho de Marvão;

- Criar um gabinete de apoio à comunidade estrangeira na câmara municipal;

- Promover um concurso anual de provas de vinho e desenvolver cursos básicos de enologia;

- Envidar esforços para a construção de uma estrada que ligue Santo António das Areias à vizinha Valência de Alcântara (via Castelhanas);

- Solicitar às operadoras de telecomunicações a ampliação da cobertura de rede em todo o concelho.

- Sensibilizar e negociar junto do poder central uma “discriminação” positiva fiscal para os concelhos do interior;

-  IMI o mais baixo legalmente possível para as casas de primeira habitação;

- Devolução máxima permitida de IRS para as famílias residentes;

- Impostos municipais o mais baixos possível para as empresas, como a derrama, por exemplo.


Ambiente e saneamento básico

- Erradicar as graves situações de esgotos a céu aberto que atentam contra a saúde pública;

- Remodelar a rede de águas na Beirã, no Porto da Espada e em Santo António das Areias;

- Garantir o saneamento básico nos Vales, Fonte Salgueiro de Cima, Vale de Milho, Saboarias, Carris…

- Tratar adequadamente os resíduos da fossa de hidrocarbonetos do Ninho de Empresas de S. A. das Areias;

- Incentivar a agricultura biológica;

- Apoiar a reflorestação autóctone;

- Criar um Centro de Recolha de Animais;

- Estimular o uso de energias renováveis;

- Incentivar a substituição das lâmpadas existentes em serviços públicos e nas diversas associações por lâmpadas economizadoras;

- Trabalhar, conjuntamente com as entidades competentes, na limpeza dos diversos cursos de água, incluindo o rio Sever;

- Rentabilizar os nascentes dos Olhos de Água, Currais Martins, Cabeçudos e Ribeiro do Pinheiro.


Proteção Civil

- Colaborar estreitamente com os Bombeiros de Marvão, a G.N.R. e demais entidades competentes, com vista a garantir a segurança das pessoas e dos seus bens;

- Garantir o cumprimento do Plano de Emergência Municipal;

- Promover um trabalho de cooperação entre os Bombeiros Voluntários de Marvão e os Sapadores Florestais, na época dos incêndios; 

- Ajudar e Colaborar com a Direcção dos Bombeiros Voluntários de Marvão na execução do Projecto de Remodelação do Quartel;

- Aumentar o prémio do seguro dos Bombeiros Voluntários de Marvão;

- Conceder incentivos para fomentar o recrutamento de bombeiros voluntários;

- Acompanhar de perto a evolução da central nuclear de Almaraz e criar um plano de prevenção em caso de acidente.


Urbanismo

- Garantir a limpeza atempada de ruas e vias de comunicação;

- Incentivar a reabilitação urbana com vista à fixação de população;

- Trabalhar em conjunto com outros municípios do distrito, para superar alguns dos entraves às revisões do P.D.M.;

- Alargar e melhorar a estrada municipal que liga Santo António das Areias à Portagem e à zona do Vigário;

- Promover uma alternativa rodoviária à “estrada das árvores fechadas”;

- Melhorar as condições de acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida;

- Garantir a iluminação pública em pleno funcionamento em todo o concelho;

- Requalificar as calçadas e os passeios em Porto da Espada e em Marvão;

- Revitalizar o espaço envolvente à Barragem da Apartadura;

- Apoiar a instalação de um parque de campismo na Portagem;

- Reforçar a sinalética no concelho e traçar passadeiras em locais de maior afluência;

- Requalificar o recinto das festas nos Alvarrões e no Porto da Espada;

- Apoiar o projeto de renovação do telhado da igreja do Espírito Santo e do Calvário, em Marvão;

- Colaborar na solução de uma sede para a U.J.A.;

- Apoiar a construção de uma sede para a Associação de Caçadores da Fonte Carvalho;

- Melhorar o estacionamento em frente à antiga escola dos Cabeçudos;

- Substituir o telhado de lusalite existente em vários lavadoiros do concelho;

- Modernizar e conservar as diversas casas-de-banho públicas (ex: a da Ramila de Cima);

- Requalificar a passagem da linha ferroviária do caminho da Murta e o caminho da Fonte Pico, na Beirã; o caminho da Cerejeirinha, nos Alvarrões; do Ribeiro do Pinheiro e do Monte Pobre, na Portagem.


Cultura

- Promover o diálogo entre as diversas instituições, associações e comissões de festas de Marvão, com vista a calendarizar atempadamente os eventos culturais do concelho, garantindo uma melhor divulgação dos mesmos e evitando sobreposições;

- Reunir periodicamente e apoiar os jovens de Marvão e as suas associações, através do Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo e demais serviços camarários;

- Criar, em parceria com a entidade competente, um Centro UNESCO para a Salvaguarda e Dinamização do Património Cultural Imaterial de Marvão;

- Recuperar a feira de artesanato e gastronomia;

- Fundar um centro interpretativo da Raia na Fronteira de Marvão;

- Criar um museu alusivo à época da industrialização em Santo António das Areias;

- Dinamizar a Casa da Cultura de Marvão;

- Colaborar com a Fundação Ammaia na dinamização do espaço e na cativação de novos públicos;

- Reativar o grupo de teatro de Marvão “Já Disse”;

- Voltar a dar vida à Escola de Música de Marvão;

- Dinamizar e fortalecer o Festival da Juventude, promovendo a colaboração e a mediação entre associações organizadoras;

- Promover e patrocinar seminários multidisciplinares sobre temas de interesse regional;

- Encarar as caleiras da Escusa como bem de interesse turístico, revitalizá-las e promovêlas;

- Recriar, em conjunto com todas as freguesias do concelho, os antigos cortejos de oferendas à Santa Casa da Misericórdia (com distribuição dos bens por todas as I.P.S.S. do município);

- Voltar a assegurar a publicação trimestral do Boletim Municipal, em suporte digital e em papel;

- Garantir a republicação da revista Ibn Maruán, pelo menos, anualmente;

- Patrocinar a publicação de obras relacionadas com o concelho de Marvão;

- Apoiar as festas populares e os vários grupos de danças e cantares do concelho (ex: Rancho Folclórico);

- Colaborar com as entidades gestoras na remodelação e dinamização dos espaços culturais do concelho (ex: sala do Grupo Desportivo Arenense).


Desporto e lazer

- Estabelecer uma política desportiva para o concelho de Marvão;

- Colaborar com as diversas associações de desporto e lazer existentes, incluindo as de caça e pesca;

- Assumir o papel de mediador entre as diversas associações do concelho, com vista a promover a harmonia e a interajuda entre elas;

- Contratar técnicos em que as Associações sejam carentes com a finalidade de apostar seriamente no desporto de formação;

- Fornecer o transporte para um passeio convívio dos utentes de todas as IPSS do concelho;

- Incentivar a dinamização de novas modalidades desportivas no seio das diversas gerações de munícipes;

- Atrair para Marvão estágios de diferentes seleções desportivas;

- Criar espaços de convívio para jovens, idosos e membros da comunidade estrangeira em diversas localidades do concelho;

- Garantir a celebração do Dia do Idoso, dedicando-lhe a dignidade merecida;

- Promover animação sociocultural periódica nos diversos lares e centros de dia do concelho;

- Retomar a festa de Natal dos funcionários da câmara municipal e das juntas de freguesia;

- Colocar os técnicos de desporto da câmara a colaborar com as associações desportivas locais;

- Implementar uma política de caça e pesca no concelho;

- Apoiar a limpeza das manchas de caça;

- Garantir a manutenção e apoiar a construção de espaços destinados à prática do desporto e ao lazer (ex: circuito de manutenção com zona de lazer na margem esquerda da ribeira da Beirã).